A mudança nos hábitos de consumo

13743251_1830307457192337_1768617512_n

Nesses três meses em contato com o público através do  meu ateliê eu pude notar algumas mudanças em relação ao consumo. O que alguns chamam de crise econômica, eu chamo de mudança de mentalidade. Assistindo a um vídeo sobre a Bienal do livro deste ano de 2016, pude concluir ainda mais esta afirmação. Segundo a blogueira, neste ano, ao invés de 50 livros (que ela havia comprado no ano anterior) ela comprou apenas 5. E notou também uma racionalização no comprar das outras pessoas também que saiam com poucas sacolas. Mas como ela também concluiu, isso pouco tem a ver com a capacidade monetária, do dinheiro disponível para gastar, mas sim com prioridades.

As pessoas estão comprando menos por impulso e mais com consciência. Percebo que os clientes estão comprando aquilo que realmente sabem que vão usar, compram o que serve, o que tem a medida correta. Aquela coisa de comprar porque um dia vai usar, ou  que não sabe muito bem onde vai colocar são atitudes em extinção.

Trabalhando com artesanato, acho tudo isso muito bom, pois o artesanal é sustentável. Não gostaria que uma pessoa comprasse uma peça que demorei para fazer e depositei tanto ali para ficar encostada, recebendo camadas de poeira, ou virando lixo. Creio que você pense o mesmo não é. Acho até que você também está tendo as mesmas atitudes que descrevi acima quando toma a atitude de comprar algo.

Não queremos mais ser responsáveis pelo lixo que cresce, estamos aos poucos olhando para os mais próximos, os pequenos, os mais autênticos. Queremos ser surpreendidos sem sermos enganados, queremos um marketing honesto e verdadeiro (sim, isso existe!). Tudo isso são mudanças profundas em nossa sociedade, pois vimos que do jeito que tava não rola muito… Montanhas de lixo, grandes corporações, exploração do trabalho alheio e propagandas fake. Quem quer??

Temos, como artesãos, uma ótima oportunidade de trabalho ai! Se eu, por exemplo faço toalhas de mesa, farei toalhas sob medida e assim as pessoas poderão comprar na medida correta, escolhendo o tecido que realmente combina com a sua casa e seu estilo. Só o artesanal, feito sob encomenda pode suprir este mercado.

Outro tipo de mercado que ganha corações é o mercado afetivo. Peças que contam uma história, que tem um apelo emocional, ideológico ou referência a algo que fala ao coração.

O artesanato também ocupa esse lugar no mundo do consumo.

Em termos de força de trabalho então, estamos em grande vantagem!

Você viu, como se acompanharmos essas mudanças, imprimindo em nosso trabalho o que queremos para o mundo, tudo tende a ficar muito mais positivo e possível?

Não se limite. Siga o fluxo das mudanças para o bem do próximo e do planeta. Ah, e o pão nosso de cada dia? Ainda estamos sim, engatinhando nesses novos valores, e toda fase de grande mudança é um pouco sacrificante. Mas você, artesão, está no caminho certo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s