Enfim aqui.

Oi meus queridos artesãos,

Depois de uma temporada bem corrida por aqui e em plena inauguração do meu ateliê aberto ao público, estou aqui. Não conseguia parar para escrever de jeito nenhum. Mas o motivo é o melhor; a realização do sonho do “ateliê próprio”!!

Tenho certeza que todos vocês, salvo talvez os que já realizaram este sonho, vivem fantasiando sobre todos os detalhes de quando tiverem um ateliê. Eu não fujo á regra.

Durante uns 5 anos eu fiquei trabalhando em casa. Tive ateliê na sala, em um quarto, aberto ao público dentro de casa, fechado e apenas com vendas pela internet (desde que meu último filho nasceu). Agora que meu bebê já tem 3 anos e eu também fiquei 3 anos na retaguarda para meu marido cursar a faculdade, senti no meu coração que era minha hora de correr atrás do meu sonho e assim eu fiz!

frase2

 

Em pleno inicio de Julho eu encontrei um imóvel perfeito pra mim. As condições para encontrar este local eram:

  • ser iluminado de luz natural
  • ter tranquilidade para trabalhar
  • estar acessível aos clientes (parece contraditório com a condição acima mas é isso mesmo)

Nada fácil seria achar local com tais condições aqui numa cidade tão pequena e ainda no início da alta-temporada de Inverno na Mantiqueira.

Mas eis que o local como mágica se apresenta aos meus olhos! Mais ou menos, porque eu estava perguntando para a cidade toda sobre um lugar pra alugar…

 

20160602_125608

O local é essa escadinha e as três janelas

Ninguém via esse lugar gente! Parece um apartamento não é mesmo? Agora vamos ás condições:

  • Condição 1 – luz natural – Nem precisa dizer muito com essas três janelas não é mesmo!
  • Condição 2 – tranquilidade – Como não estou de porta para a rua, tenho mais tranquilidade. Também posso fechar a porta para produzir.
  • Condição 3 – acessibilidade – Estou no centro da cidade e a rua é bastante movimentada, mas sempre tem lugar para estacionar, pois não está no circuito mais central.
  •  

      Todos os dias eu chego aqui e me sinto realmente feliz. Estar em contato com o público, mostrar e explicar meu trabalho, mostrar como eu faço e onde é um prazer enorme! Agora é trabalhar bastante!!!

Aqui no ateliê também tenho trabalho de outras artesãos, que vocês podem conhecer no nosso perfil do Instagram @mimopatchwork_.

Espero poder mostrar agora por aqui como fiz todo o processo para poder abrir o ateliê. Como escolhi as cores, móveis, quanto eu gastei…

Mas uma coisa eu posso afirmar; você precisa de muito menos do que você imagina para realizar o seu sonho! Mas você precisa estar mergulhado na sua força de vontade, coragem e auto-confiança. É tudo que você precisa.

 

 

Como eu organizo minha produção

produção

Olá artesãs e artesãos do meu coração!

Hoje vamos falar daquela parte que a gente mais ama do nosso trabalho: PRODUZIR.

Acho que todos acham que por ser uma atividade que gostamos muito de fazer, que ela simplesmente flui naturalmente, mas a realidade é bem diferente. Tem dia que estamos cheia de encomendas e é justamente nesse dia que bate aquela vontade de testar aquele produto diferente, ou tem dia que não estamos inspiradas para nada. Alguém se identificou ai com essas situações?

Bom, o que eu sugiro é fazer uma organização semanal da produção da semana. Mesmo se você ainda não tem muitos pedidos e encomendas, é bom começar a se organizar para quando elas começarem a pipocar você já ter a ferramenta ideal para controlar tudo isso.

Vou dar o meu exemplo de organização, lembrando que já o modifiquei inúmeras vezes e ainda estou no processo.

Bom, ultimamente eu uso um programa gerenciador de tarefas chamado Todoist que estou amando e querendo passar logo logo para a versão paga. Tenho ele tanto no computador como no celular e ele gerencia todas as demais tarefas que tenho; família, trabalho, blog, projetos, etc…

todoist print

Eu divido minha produção em três partes principais:

  • encomendas
  • feirinha/ loja virtual
  • coleções/ criativo

Semana passada por exemplo, eu apenas fiz produção relacionada a feira que eu iria participar no final de semana e essa semana estou me dedicando as encomendas que ficaram para trás. Por isso a importância de já no início da semana organizar o que você vai fazer a cada dia para não perder tempo.

Mas em semanas “normais” eu gosto de variar dentro dos dias da semana:

  • segunda-feira: encomendas
  • terça-feira: feirinha
  • quarta-feira: criação

e por ai vai….

Como somos todos aqui seres criativos, essa organização nem sempre é rígida, pois pode acontecer de ter dias que estou super inspirada e tenho ideia de algum produto novo eu vou em frente. Enquanto dias que estou mais “sem inspiração” eu faço as encomendas. Não significa que eu produza as coisas quando estou mal, porque ai não há santo que ajude a peça a ficar pronta, tudo acontece de errado e o melhor a fazer é trocar de atividade mesmo.

Mas mesmo quando eu troco um dia pelo outro, o produtividade não é prejudicada, pois já sei o que tenho que fazer nos outros dias e não fico com aquela sensação de barata tonta, sem saber por onde começar ou qual projeto dar continuidade.

Dica 1: se quiser saber mais sobre esse programinha Todoist, indico o blog da Thaís Godinho, o Vida Organizada. Ela é embaixadora da ferramenta no Brasil e explica tudo direitinho no blog dela.

Dica 2: tenha um dia por mês no seu calendário de produção dedicado a terminar projetos começados e que sempre ficam lá, esperando para serem finalizados. Quem nunca?